O meu primeiro dia de aulas

Este é o relato, contado na primeira pessoa, do primeiro dia de aulas do Hugo.

Ao acordar não fiz asneiras e não chateei a mãe quando fui para o carro. Acordei à primeira vez que a mãe disse. Eu tomei o leitinho e esqueci-me de lavar os dentes (ndr: neste momento diz-me que ia dizer que tinha lavado os dentes mas que se tinha esquecido).

Vesti-me sozinho, coloquei a mochila às costas e desci para a garagem.

Cheguei à escola de carro, com a mamã. Eu saí do carro e a mamã foi levar as minhas coisas à porta da escola (ndr: ao edifício propriamente dito).

Fui brincar com a prima Inês, que anda no terceiro ano.

A professora chegou e os meninos entraram todos menos eu porque a auxiliar não me disse que era para entrar e eu fiquei na dúvida. Depois a Bárbara, que é a minha namorada, disse-me para eu entrar e eu entrei.

Na minha sala estão o primeiro e o quarto ano e eu sou do primeiro ano.

Quando cheguei à sala, já estavam todos sentados e a professora disse-me que este menino era novo e perguntou-me se eu estava bom ou não. Respondi que sim, estava bom!

Depois foi o baptizado. Eu era com o Xico. Ele, o Xico, atirou-me pinguinhas no cabelo quentinhas e o Xico limpou-me o cabelo com um pano (ndr: o baptizado é uma nova moda – não sabia sequer que existia – em que um aluno do quarto ano é o padrinho de um aluno do primeiro ano e o ajuda a ambientar. Aparentemente o Xico, é o padrinho do Hugo).

Fomos lanchar lá fora – estava sol – e lanchei um iogurte e um pão com manteiga.

Fui brincar às corridas com os meninos e às famílias com a Inês e outras meninas que não sei o nome.

Depois fui almoçar. O almoço foi sopa com massa e carne redonda que parece uma bola de futebol (nota: almôndegas) e comi 2. Bebi água. A sobremesa era ameixa mas eu comi maçã, foram as senhoras de lá da escola que me deram.

Depois do almoço fui brincar e depois voltamos para a sala e pintei um desenho igual ao que tinha feito em casa.

Depois da pintura eram horas de lanchar – um pão com manteiga – e fui brincar outra vez.

Depois eu fui embora. Com a mãe. Fomos buscar a Helena à pré. A Inês também foi comigo.

Viemos para casa.

Tentei não alterar muito o que me era relatado… Deixei algumas notas para melhor compreender o contexto e/ou conteúdo.

6 Replies to “O meu primeiro dia de aulas”

  1. penso que este dia foi um dos dias mais felizes do meu filho…ele nem queria ficar com a irmã que estava com febre…

  2. ja lhes vi chamar muita coisa mas bolas de futebol…

  3. 🙂
    parabéns!

  4. O que eu me ri! A sobremesa era ameixa mas eu comi maçã! 😀 lindo!

  5. alice pinto says:

    Um dia em grande… para mais tarde recordar!
    Pois é, meu pequeno e querido grande Amor. Ainda há dias nasceste e, num ápice, VIDA ACADÉMICA! Parabéns pimpolho!
    O teu primeiro dia foi cheiinho de novidades e, ao que parece, muito feliz. Escola nova, professora nova, amigos novos, “padrinho novo”, batismo e até comidinha que se parece com bola de futebol (comeste tudo?)… Até namorada… e na mesma sala! Que dia fixe!
    Pois é pimpolho, vais aprender muitas coisas novas e vais adorar. E, eu vou querer que me ensines tudo o que aprenderes, combinado?
    Beijinho grannnnnnnnnnnnnnnde, fofinho!

  6. Sérgio says:

    Isto dos padrinhos é giro.
    O Nuno também teve padrinho e é engraçado pois ficaram amigos apesar da diferença de idade.

    É uma ideia bastante interessante e util!

Comentários fechados.