Censos 2011

Terminei agora de entregar os meus Censos via Internet.

Cerca de 1h perdida a responder a perguntas que já não se usam e a perguntar-me a mim mesmo porque razão não se aproveitou para fazer outras (perguntas).

Sei lá, se tem Internet, se tem televisão por cabo/satélite…
No fundo, no fundo, a Maria João sumariza bem a coisa – e acrescenta-lhe uns pozinhos sobre o chefe de família que cá em casa, pelos padrões do INE, é a Filipa.

1 Comment

  1. Bem, concordo com o que é dito quanto à má qualidade do questionário em si.

    Quanto ao chefe de família, após leitura repetida do questionário, creio estar bem patente neste inquérito maleabilidade na escolha do mesmo. Sem dúvida, penso ser uma questão de interpretação, uma vez que ele não diz, embora sugira, que é o propriétário ou o titular de arrendamento do imóvel que se considera forçosamente o chefe de família.

    Quanto à Maria João, essa do seu filhote, das duas uma: ou eu não percebi bem o que ela diz e interpreto mal o que leio ou a ela escapou-lhe o item 5 na coluna da “pessoa 3”, isto porque dizer que a pessoa vive com a mãe, é mais que óbvio que significa que é seu filho e não seu enteado.

    E, pensando bem, até que o inquérito está muito bom em proporção ao país que temos… né?

Comentários fechados.