O dia em que o pilau se riu

Hugo – Mãe, vais passar por aquele túnel?
Mãe – Vou.
Hugo – Por aquele ali que vem aí?
Mãe – Sim, claro. Como é que achas que vamos para a escola?
Hugo – Ai, ai.. Ai, ai…
Mãe – O que foi filho?
Hugo – Ai que o meu pilau vai-se rir!

Foi (mais ou menos) assim a primeira vez que ouvimos falar do pilau a rir-se.
Quando lhe perguntamos porque é que o pilau se ria, a resposta não podia ser mais simples:

– Olha, porque sim, o que achas?

Agora, sempre que passamos num túnel ou numa ponte com um declive acima do normal lá vem a frase do costume:

Hugo – Ai que o meu pilau vai-se rir!
Helena – Ai que o meu pipi vai-se rir!

Eu e a Filipa, rimo-nos sempre! 🙂

One Reply to “O dia em que o pilau se riu”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by planetasoares, António Soares. António Soares said: [planetasoares.com] O dia em que o pilau se riu http://bit.ly/aCGgNA […]

Comentários fechados.